sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Trainspotting

Ora viva!

Recentemente visualizamos este que é um filme de culto: "Trainspotting". Já o tinha visto há uns valentes anos atrás, mas agora teve um impacto diferente, por me encontrar num contexto muito mais próximo ao tema do filme (vivo no UK e sou farmacêutico, lidando diariamente com o problema da dependência de opióides.)

Fica aqui uma cena do filme, durante a qual obviamente tive uma ligeira erecção:
   
"We took morphine, diamorphine, cyclozine, codeine, temazepam, nitrezepam, phenobarbitone, sodium amytal dextropropoxyphene, methadone, nalbuphine, pethidine, pentazocine, buprenorphine, dextromoramide chlormethiazole. The streets are awash with drugs that you can have for unhappiness and pain, and we took them all."


Para reflectir: Se até toxicodependentes usam o nome genérico das drogas que ingerem, porque raio somos tão pouco científicos e continuamos a falar em marcas? Utentes e profissionais de saúde parecem continuar a ser "ensinados" pelas forças da "publicidade" e não pela imparcialidade científica das universidades.

13 comentários:

  1. Espero bem que, no meio dessa tua pequena erecção, o moço tenha tomado também omeprazol :)

    ResponderEliminar
  2. Eu gosto de me referir aos remédios pela sua descrição. P.e.: Aquele pequinitos, redondos, amarelos para as cruzes. Que vêm numa caixa retangular, amarela e cor de laranja.

    Nota: onde se lê toxicodependentes, devia ler-se drogados.
    Quem toma isso tudo é drogado, os toxicodependentes só dão na metadona, xanax, valium e magnesona.

    ResponderEliminar
  3. Ai a magnesona...Continua a destruir muitos lares

    ResponderEliminar
  4. Oh senhor, a diamorfina é a heroína certo, que em inglaterra está lagalizada para o controlo da dor. Verdade?

    ResponderEliminar
  5. *legalizada.
    Nota: O motivo da questão é académico e a resposta dava-me jeito ;)

    ResponderEliminar
  6. Muito bem cara Shaisis. É Heroína sim e já a vi usada com dois propósitos. Para controlo da dor em cuidados paliativos e em casos de dependência de opióides.

    Quase sempre prescrito na forma injectável, embora já tenha visto sob a forma de comprimidos.

    15mg Morfina subcutânea é equivalente a 10mg de diamorfina subcutânea.

    De qualquer forma nestes casos a primeiríssima opção é a morfina, em 2º oxicodona e só depois diamorfina.

    ResponderEliminar
  7. Caro Eugénio, obrigado pela resposta ;))
    Agora geraste-me outra pergunta, rodam morfina, oxicodona e depois diamorfina, não recorrem à metadona?
    Se souberes agradeço-te a resposta. Se não souberes obrigada na mesma.
    Juro que isto não tem nada a ver com o consumo de opióides, mas sim com o meu mestrado. ;)

    ResponderEliminar
  8. Até agora a metadona (comprimidos, suspensão oral ou injectável) apenas vi usada em casos de dependência de opióides.

    ResponderEliminar
  9. Muitas vezes dizem o nome da marca porque não conseguem dizer pela D.C.I. lol é demasiado complicado...
    Cumprimentos de alguém que voltou às actividades "bloguistas" e que segue o teu "diário" de perto :)

    ResponderEliminar
  10. humm já percebi de quem se trata! Bem-vinda

    ResponderEliminar
  11. Os espanhois e alguns centros especializados em PT usam-na para controlo da dor. Obrigado pela informação ;)

    ResponderEliminar
  12. Gostei muito do clip que n tinha visto antes (apesar de o filme ser uns dos poucos que considero 10/10).
    Foi bem visto (a pergunta sobre porque não chamamos as coisas plos nomes). Para rematar. Este comentario não acrescenta nada de novo na discussão de analgésicos. mas se estivessemos a falar de cafeína...

    ResponderEliminar
  13. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar